Regional Newsletter – 01 / 2019 – Port.

By WSL South America | 7 de fevereiro de 2019 | Newsletter Port.

Últimas notícias e novidades do escritório regional da World Surf League na América do Sul

Cacimba do Padre, Fernando de Noronha (Foto: @WSL / Daniel Smorigo)

WSL South America divulga calendário 2019

O escritório regional da World Surf League na América do Sul apresenta grandes novidades para 2019 e segue buscando reforçar seu calendário de eventos do Circuito Mundial no continente. Já estão agendadas dez etapas do WSL Qualifying Series masculino e feminino, sendo que a metade delas serão combinadas, com homens e mulheres competindo juntos no mesmo evento. Na categoria Pro Junior, para surfistas com até 18 anos de idade, serão nove etapas também combinando homens e mulheres como nas três provas da modalidade Longboard, que retorna ao calendário da WSL South America esse ano como parte do novo programa de reestruturação da categoria. Os torneios que definirão os campeões sul-americanos de 2019 – QS, Pro Junior e Longboard, serão disputados no Brasil, Chile, Peru e Argentina. Veja notícia completa acessando o link:

http://wslsouthamerica.com/wsl-south-america-divulga-calendario-2019-com-mais-de-30-eventos/

Novidades no Circuito QS para 2019

A WSL está promovendo mudanças importantes no circuito QS para esta temporada. As mais significativas são a redução nos valores da premiação dos eventos, bem como das taxas de inscrição das etapas do QS 1,000 até QS 10,000, visando com isso torná-los cada vez mais atraentes para o mercado e, consequentemente, poder gerar um maior número de campeonatos, o que irá beneficiar de maneira direta aos surfistas que buscam classificação para o CT.

QS Masculino – Premiação total e valor das inscrições:

QS Masculino – Premiação total e valor das inscrições:
QS 1000 – US$ 7.500 com inscrição de US$ 100 + taxas
QS 1500 – US$ 15.000 e inscrição de US$ 150 + taxas
QS 3000 – US$ 70.000 e inscrição de US$ 200 + taxas
QS 6000 – US$ 130.000 e inscrição de US$ 225 + taxas
QS 10000 – US$ 220.000 e inscrição de US$ 325 + taxas
QS Feminino – Premiação total e valor das inscrições:
QS 1000 – US$ 3.750 com inscrição de US$ 75 + taxas
QS 1500 – US$ 10.000 e inscrição de US$ 100 + taxas
QS 3000 – US$ 35.000 e inscrição de US$ 125 + taxas
QS 6000 – US$ 65.000 e inscrição de US$ 185 + taxas
QS 10000 – US$ 110.000 e inscrição de US$ 250 + taxas

Longboard Tour Reestruturado para 2019

Em 2019, a WSL iniciará uma nova fase do Longboard Championship Tour. Ele foi reestruturado para os surfistas poderem ter mais eventos para competir, proporcionando assim uma maior visibilidade para que possam receber mais apoio através de patrocínios. Esses eventos serão direcionados para a base de fãs do Longboard, que não tem muitas oportunidades de prestigiar o estilo mais clássico do nosso esporte. Nossos vídeos e imagens nas redes sociais tem um feedback muito positivo, mostrando que os fãs da pranchinha também apreciam o Longboard. Essas mudanças tendem a gerar mais eventos no calendário e facilitar a entrada de novos talentos no WSL Longboard Championship Tour.

A nova estrutura do Longboard Tour

– Os eventos já existentes do LQS continuarão determinando os Campeões Regionais de Longboard e podem, ainda, ajudar os surfistas a melhorar o seeding nos eventos do Longboard Championship Tour. A premiação nos Eventos Regionais seguirá sendo determinada pelos escritórios regionais.

– No World Longboard Championship Tour (WLC), um novo status de evento será inaugurado no “Noosa Longboard Open” de 7-11 de março de 2019. Esses eventos distribuirão pontuação no ranking do World Longboard Championship, mas o seu formato será aberto para 40 a 72 surfistas. Como é um formato novo, será difícil prever a quantidade de inscritos em um primeiro momento.

– Os eventos vão ter um formato similar aos do QS: baterias com 4 surfistas até as quartas de final e janelas de espera pelas melhores ondas. Eles valerão 6,000 pontos no ranking do World Longboard Championship e distribuirão US$ 30,000 na categoria masculina e US$ 30.000 na feminina.

– O formato será similar ao QS 6,000 com os surfistas mais bem ranqueados após Taiwan, entrando nas fases mais avançadas da competição. Os top 8 da categoria masculina e feminina serão os cabeças de chave da Rodada de 24 surfistas e os colocados entre top 9 até 16 entram na segunda rodada de pré-classificados, junto com os Campeões Regionais dos escritórios que realizam eventos LQS.

– O restante das vagas será preenchido por qualquer surfista interessado em participar. Será uma oportunidade única para muitos longboarders desconhecidos que nunca competiram em um evento da WSL.

– A premiação nas etapas do WLC 6000 será a mesma para homens e para mulheres. O vencedor e a vencedora receberão US$ 5.000, com os vice-campeões ganhando US$ 2.500. Também terão direito a premiação em dinheiro os que perderem nas semifinais em terceiro lugar, os quintos colocados nas quartas de final e os eliminados na fase anterior na nona e 17.a posições.

– A tentativa é realizar dois a três eventos do World Longboard Championship em 2019, além da última etapa em Taiwan, que vai fechar a temporada com premiação de US$ 60,000 para os homens e também para as mulheres no único evento valendo 10,000 pontos no ranking mundial. O número de participantes na decisão dos títulos mundiais do World Longboard Championship será de apenas 24 homens e 24 mulheres, os top-8 do ano anterior (2018), os top 12 do ranking atual (2019) e 4 convidados (wildcards).

– Após os dois ou três eventos do WLC 6000 que a WSL pretende realizar em 2019, a cereja do bolo será essa grande final em Taiwan, que terá uma janela de espera maior, mais premiação para os atletas e será o evento que valerá mais pontos no ranking que vai definir os campeões mundiais da temporada.

Prazo para renovar a filiação terminou no dia 31 de janeiro

É importante lembrar que todos os surfistas do QS com pontos no ranking de 2018 que não renovaram a sua filiação na WSL até o dia 31 de janeiro passado, como determina a regra, tiveram os seus pontos zerados, perdendo os seus “seeding points” e, consequentemente, a sua pré-classificação em todos os eventos do WSL Qualifying Series 2019 até a virada do ranking, que acontece após o QS 10.000 de Ballito, na África do Sul, quando então passará a valer o ranking do ano em curso.

Site da World Surf League traz link novo para competidores

Todos os membros da WSL poderão encontrar a partir de agora, com muito mais facilidade, todas as informações referentes às competições da WSL, acessando na barra superior o índice MORE. Lá você irá encontrar o link para diversos outros conteúdos importantes, inclusive o Competitor Services, Membership & Event Registration voltado inteiramente para aqueles que procuram informações chaves sobre os circuitos da WSL, tais como fazer o seu log in no sistema de inscrição MemberPro, como se inscrever ou cancelar a sua participação nos eventos, respostas para as perguntas mais frequentes (FAQs), acesso ao Livro de Regras da WSL e os contatos de todos os Escritórios Regionais da WSL no mundo. Para chegar lá é só acessar www.worldsurfleague.com.